Dólar sobe com desemprego nos Estados Unidos e tensão comercial

Dado semanal sobre mercado de trabalho americano fica pior do que o esperado e amarga otimismo.
O dólar sobe frente ao real, nesta quinta-feira, 4, após os dados semanais de pedidos de seguro desemprego dos Estados Unidos terem saído piores do que o esperado. O embate comercial sino-americano também preocupa os investidores. Às 9h50, o dólar comercial subia 0,7% e era vendido por 5,122 reais, enquanto o dólar turismo, com menor liquidez, subia 0,9%, cotado a 5,41 reais nesta manhã, o Departamento de Trabalho dos EUA, divulgou que, na última semana, foram feitos 1,877 milhões pedidos de auxílio desemprego ante uma expectativa de 1,800 milhões de pedidos. 

Desde o início da pandemia do coronavírus, o indicador tem sido atentamente observado pelo mercado para medir os efeitos imediatos da doença na economia,apesar dos números negativos, crescem as expectativas de que a economia mundial já esteja próxima do fundo do poço. “A tendência é a de que comece a crescer agora”, disse Jefferson Ruik, diretor de câmbio da Correparti no mercado, havia grandes expectativas que os números viessem ainda menores do que a mediana das projeções, tendo em vista que o ADP (que mede a variação de postos de trabalho do setor privado americano), divulgado ontem, ficou muito melhor do que o esperado.

Outro ponto que recebe a atenção do mercado neste pregão são os embates comerciais entre China e Estados Unidos. Na véspera, o presidente Donald Trump anunciou a proibição de voos de companhias aéreas chinesas para o território americano. Hoje, a China respondeu abrandando a restrição de voos para o país,antes da divulgação dos dados de desemprego nos Estados Unidos, o dólar abriu em queda, chegando a recuar mais de 1%, tendo como pano de fundo a decisão do Banco Central Europeu de elevar seu pacote de estímulo econômico para 1,35 trilhão de euros.

Embora o anúncio tenha aumentado o otimismo dos investidores, não foi suficiente para manter o dólar em trajetória de queda. Nas últimas duas sessões, a moeda americana apresentou fortes desvalorizações contra o real, chegando próximo dos 5 reais na quarta-feira,o  patamar porém, é visto como uma espécie de ponto de resistência. “É uma marca muito forte. Tem muita gente vendido em dólar no mercado futuro, que, quando chega próximo dos 5 reais, sai da posição vendida e compra dólares”, disse Ruik.


▂▃▅▇█▓▒░۩۞۩GANHE DESCONTO VIO AQUI.۩۞۩░▒▓█▇▅▃▂
MARCENARIA DO MINEIRO MÓVEIS PLANEJADOS APARECIDA DE GOIÂNIA
Endereço: Rua Madrid Qd 33 Lt 19 setor Colonial Sul, Aparecida de Goiânia - GO, 74958-330
Horário: atendimento  das  08:00 e fecha às 18:00 
Telefone: (62) 99928-5041 MARCOS Whatsapp / (62) 99832-9656 JOÃO CARLOS  Whatsapp 
E-Mail: marce.domineiro@gmail.com
Rede Social: Facebook / Instagram 

Fontes:Exame

Nenhum comentário: