Protesto e perda de patrocínio faz Operário desistir de contratar Bruno

Nessa terça-feira,um grupo de mulheres protestou contra a iminente chegada do goleiro.
O Operário Várzea-grandense, time que estava prestes a apresentar o goleiro Bruno Fernandes, voltou atrás e desistiu de contratar o atleta. No início da tarde desta quarta-feira (22),  o supervisor de futebol da equipe, André Xela, enviou uma nota a imprensa afirmando que o Operário está “revendo a possível contratação do goleiro”. Por volta das 14h30, o supervisor enviou novo comunicado oficializando a desistência,nessa terça-feira (21), um grupo de mulheres protestou contra a chegada de Bruno na porta do estádio Dito Souza, onde o Operário estreou pelo campeonato estadual e venceu o Poconé por 1 a 0. 

Também nessa terça, um dos patrocinadores da equipe informou que não apoiaria mais o time de Várzea Grande devido a iminente chegada de Bruno,antes de oficializar a desistência, André Xela disse que a perda de patrocinadores foi o que mais pesou para esfriar as negociações. “A gente está revendo por questão de patrocinador, por questões também de protesto e tudo mais. A gente está revendo. O clube tem que ter os ganhos dele para poder se manter, aí nisso está o grande problema, por isso a gente está revendo. Mas não é oficial a desistência, a gente está apenas repensando. Não estamos tratando mais a contratação, ela vai ficar de stand-by”, afirmou o supervisor. 

Questionado se o “não tratar mais a contratação” significaria na prática uma desistência formal, Xela foi sucinto: “quase isso”, o que foi confirmado horas depois procurada, a advogada Mariana Migliorini confirmou a desistência da contratação por parte do clube.  “Os empresários de Várzea Grande não querem ter o nome do Bruno vinculado a eles por conta da repercussão social. Querem ele morto, isso não é pena, não é algo civilizatório. O Bruno já pediu perdão, cumpriu a pena. Deus perdoa, a sociedade não”, afirmou segundo a advogada, o goleiro ficou “extremamente triste, sem dormir e sem comer” quando soube da desistência da contratação.

CENTER MADEIRAS EM GERAL APARECIDA DE GOIÂNIA
Endereço: Av. Escultor Veiga Vale - Parque Veiga Jardim, Aparecida de Goiânia - GO, 74954-310
Horário: atendimento das 08:00 até 18:00
Telefone: (62) 982818939 (Whatsapp) Walda Gama vendedora
E-Mail: wb-madeiras@bol.com.br
Local: Map Clica aqui agora duas lojas para melhor atendê-lo

Fontes:Rede MT

Nenhum comentário: