Provável titular contra o Bahia, Rafael Moura se diz pronto e alerta sobre jogo complicado

Atacante do Goiás explica que time precisa voltar a somar pontos no Campeonato Brasileiro.
A fase do Goiás segue complicada no Campeonato Brasileiro. Já se passaram seis jogos e o time segue sem saber o que é vencer. Mas agora, o Verdão deverá contar com os “poderes de Grayskull” desde os primeiros minutos no confronto contra o Bahia na Fonte Nova. Rafael Moura deve ser titular nesta rodada no lugar do artilheiro Kayke, suspenso pelo terceiro cartão amarelo,He-man ficou em campo com a camisa esmeraldina por um total de 95 minutos em quatro partidas pelo Brasileirão e Copa Verde. O atacante que em 2010 marcou 23 gol pelo Verdão, ainda não balançou as redes nesta temporada.

Na preparação para o jogo de domingo em Salvador, Rafael Moura falou nesta quinta-feira sobre a oportunidade de entrar como titular pela primeira vez desde que voltou ao Esmeraldino e se disse preparado para o desafio,acho que após um mês da minha apresentação e um mês treinando bem, não teria problema físico desde quando eu cheguei. Tecnicamente eu tenho evoluído bastante nos treinamentos, na questão de posicionamento e finalização. Hoje sim eu estou preparado para não só jogar 90 minutos, mas ter uma sequência de jogos - explicou ocupando a décima colocação na classificação,

O Tricolor Baiano vem de uma sequência de quatro jogos sem perder- três empates e uma vitória. Por isso que o atacante do Goiás, reforçou a dificuldade da partida eum jogo muito difícil. Conheço bem o Roger e a comissão técnica, já trabalhei com eles. Além do fator casa que é muito forte, eles são muito fortes na recuperação de bola e no contra-ataque, muito velozes. Vamos ver a estratégia elaborada pelo Ney, mas independente de adversário precisamos reencontrar o caminho dos bons jogos. Precisamos urgentemente de voltar a somar pontos no campeonato disse,Bahia e Goiás se enfrentam no domingo, às 16h, na Arena Fonte Nova. O jogo é válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Fontes:G1

Nenhum comentário: