quinta-feira, 11 de julho de 2019

Wesley Matos nega que tenha forçado a barra para renovar: "Quem não quer ser valorizado?"

Zagueiro do Vila que revelou ter proposta da Série A na semana passada renovou com o Tigre quatro dias depois e se mostrou feliz pelo reconhecimento e pela possibilidade de fazer história.
O zagueiro Wesley Matos, de 33 anos, falou sobre a renovação de contrato com o Vila Nova. Na semana passada, após o amistoso contra o Corinthians, no Serra Dourada, ele afirmou ter recebido proposta de um clube da Série A e manifestou o desejo de jogar na elite do futebol brasileiro (ele revelou nesta quinta-feira que o clube interessado era o Avaí).Quatro dias depois, jogador e diretoria entraram em contato para renovar o contrato, que agora terminará no fim de 2020. Wesley Matos se defendeu das críticas que recebeu por parte da torcida e da imprensa e negou que tenha forçado a barra para renovar com o Tigrão.

- O que eu falar às vezes não muda a opinião de ninguém. Quem me conhece pessoalmente e está comigo no dia a dia sabe da minha verdade. Fui chamado de “moça” e o Vila de “namorado”, que chegou com a aliança. Falaram que fiz isso para aumentar meu salário. Quem não quer ser valorizado? Alguém se colocou no meu lugar? Até vocês (imprensa), se vem uma empresa de maior porte, o cara balança. Nunca tinha acontecido isso comigo, foi algo que me balançou. Fico feliz pelo clube ter me valorizado, gosto daqui, foi uma conversa tranquila.

Wesley Matos, que chegou ao Vila Nova em 2017 – teve rápida passagem pela Ponte Preta no ano passado – se mostrou feliz pelo reconhecimento e prometeu lutar por conquistas com a camisa colorada,fico feliz pelo reconhecimento do presidente (Ecival Martins) e do Sidiclei Menezes (diretor de futebol) e foi uma conversa tranquila. Sou feliz no Vila Nova. Quero fazer história. As pessoas me cogitam como ídolo. Não sou ídolo, não conquistei nada, preciso conquistar algo para ter o reconhecimento profissional aqui dentro. É isso que vou buscar com mais responsabilidade, estou muito feliz, motivado, minha família também. Vou agarrar com unhas e dentes mais uma oportunidade.

Fontes:G1

Nenhum comentário: