sexta-feira, 12 de julho de 2019

Kayke quer manter boa fase e espera que "lei do ex" prevaleça contra o Flamengo

Revelado pelo Rubro-Negro, atacante do Goiás já marcou quatro gols no Campeonato Brasileiro e tentará manter embalo no jogo do próximo domingo, no Maracanã.
Com três meses de Goiás, o atacante Kayke se sente em casa e não vê a hora de voltar a campo no Campeonato Brasileiro. Com quatro gols, ele é um dos vice-artilheiros da competição e espera fazer valer a velha e boa “lei do ex” na próxima rodada. No domingo, às 11h, no Maracanã, o Verdão enfrenta o Flamengo, clube que revelou Kayke,espero que a gente possa cumprir essa “lei do ex”, fazer o gol e ajudar o Goiás a sair vitorioso – disse o atacante esmeraldino,mesmo com um jogo a menos, o Goiás, que estava na Série B no ano passado, surpreende e ocupa a sexta colocação, com 15 pontos – cinco vitórias e três derrotas.

Kayke acredita que o time goiano tem condições de se manter entre os melhores do país e buscar uma vaga na Libertadores do ano que vem,a gente sonha em continuar fazendo um grande campeonato, alcançar zona de Libertadores e brigar com esses grandes clubes, pois temos condição,Kayke chegou ao Goiás sob desconfiança por não ter ido tão bem no Fluminense e no Bahia, seus clubes anteriores. Quando balançou as redes do Botafogo na quinta rodada do Campeonato Brasileiro, ele quebrou jejum de mais de um ano sem marcar gols.

De lá para cá Kayke tem média de um gol por rodada. Ele espera manter a tradição do Goiás no quesito artilharia, já que o Verdão teve ao longo de sua história quatro goleadores na Série A: Túlio Maravilha, Dill, Dimba e Souza,por que não (brigar pela artilharia)? A gente tem mostrado nossa capacidade a cada jogo, a bola tem entrado, isso motiva e contagia,Kayke também destacou o ambiente no Goiás. Segundo ele, o clube tem sido muito importante para sua recuperação e para esta luta pela artilharia do Brasil,oGoiás é um clube incrível, com pessoas que fazem muita diferença no meu dia a dia. Tenho o prazer de ser o primeiro a chegar e um dos últimos a sair. Estou sempre aqui, quando dá a gente vem à tarde, trago meu filho, é um ambiente de família.

Fontes:G1

Nenhum comentário: