Cheio de vontade, Rafael Moura deixa 2010 de lado e espera construir nova história no Goiás

Astro da equipe esmeraldina no vice-campeonato da Copa Sul-Americana há nove anos, atacante diz que é preciso voltar a jogar bem e ajudar o time a fazer boa campanha na Série A
Apresentado oficialmente, Rafael Moura, o He-Man, não vê a hora de entrar em campo pelo Goiás. O veterano de 36 anos estava sem clube desde que deixou o América-MG no fim do ano passado e ainda não disputou nenhum jogo oficial em 2019,Para manter a forma e minimizar a falta de ritmo de jogo, o atacante revelou nesta quinta-feira que se dedicou às corridas de rua e provas oficiais. Ainda sem saber quando vai estrear, He-Man quer construir nova história,é impossível para o torcedor esmeraldino não ligar Rafael Moura ao ano de 2010.

Naquela temporada, apesar do rebaixamento para a Série B, o Verdão foi vice-campeão da Copa Sul-Americana com grande destaque para He-Man. Segundo o atacante, agora é preciso deixar o passado de lado,agente fala muito de 2010, mas estamos em 2019. Temos que fazer tudo de novo. Tomara que 2019 seja da mesma maneira. O torcedor pode esperar um cara guerreiro, batalhador, que está junto de todo mundo,para retornar ao Verdão, Rafael Moura aceitou fazer um contrato por produtividade, algo que ainda não tinha feito em sua carreira. 

Segundo o atacante, pesou mais a vontade de voltar ao time esmeraldino após nove anos."Prometi que voltaria ao Goiás, era um sonho meu, da minha família. Cheguei a me oferecer ao Goiás, não tenho vergonha de dizer isso (Rafael Moura)". É uma novidade fazer esse tipo de contrato (produtividade). Mas prometi que voltaria ao Goiás, era um sonho meu, da minha família. Cheguei a me oferecer ao Goiás, não tenho vergonha de dizer isso. É o menor contrato da minha carreira em termos financeiros, mas não é demérito. Eu precisava voltar a jogar, jogar onde me sinto bem e onde eu tenho suporte. É com muita emoção e amor que vou voltar a jogar.

Fontes:G1

Nenhum comentário: