Versão inédita de música de Freddie Mercury é lançada

A faixa "Time Waits for No One" foi originalmente gravada em 1986 para o álbum conceitual do musical Time.
A Universal Music revelou nesta quinta-feira, 20, uma versão inédita de uma canção do vocalista do Queen, Freddie Mercury. O lançamento é resultado de uma longa busca pela gravação feita no Abbey Road Studios, em Londres,a faixa Time Waits for No One foi originalmente gravada em 1986 para o álbum conceitual do musical Time, com o músico Dave Clark,um vídeo para acompanhar a música também foi lançado e inclui cenas de desempenho também inéditas de Mercury. As imagens foram gravadas em abril de 1986 no London's Dominion Theatre.

Segundo a descrição do vídeo, a canção "mostra Freddie Mercury da maneira mais convincente; um desempenho completamente despojado, acompanhado por apenas um piano, apresentando uma das vozes mais amadas e que mais mostram a música"."É só Freddie e o piano e isso realmente mostra um artista incrível e o alcance incrível que ele tinha", disse Clark, que encontrou a gravação depois de anos de busca. "Isso me deu arrepios, porque é o jeito que ele faz, como ele saboreia cada palavra.".(veja o vídeo aqui).

O músico, que liderou a banda Dave Clark Five nos anos 1960, trabalhou com vários cantores para o álbum Time. Mercury cantou duas músicas, a faixa-título e In My Defense, gravada em 1985,quando o vocalista do Queen se uniu a Clark novamente no Abbey Road Studios em janeiro de 1986, gravaram 48 faixas de backing vocals para Time. A versão final acabou com 96 faixas. Mas Clark disse que se lembrava sempre do primeiro ensaio de Mercury cantando ao lado do tecladista Mike Moran no piano.

"Fiquei pensando nisso", disse. "Uma década depois, senti que adoraria ouvir o original, mas não consegui encontrá-lo porque tinha 96 faixas", afirmou. "Alguns anos depois, fiz meu engenheiro descer e passar por tudo, não conseguimos encontrá-lo... Então, no final de 2017, demos outra chance e encontramos, o que foi maravilhoso.".Freddie Mercury morreu de pneumonia relacionada à aids em 1991, aos 45 anos. Ele foi tema do filme de grande sucesso Bohemian Rhapsody, que rendeu ao ator Rami Malek um Oscar. O filme também ganhou o Oscar de melhor edição de som, melhor mixagem de som e melhor edição de filmes.

Fontes:G1

Nenhum comentário: