Jean Wyllys recebe apoio de celebridades: 'Guerreiro, a luta continua'

Deputado federal deixou o país após sofrer ameaças
Reeleito para o seu terceiro mandato como deputado federal, Jean Wyllys (PSOL-RJ), 44, resolveu que não tomará posse para o mandado no dia 1º de fevereiro por estar recebendo muitas ameaças. Ele, que é homossexual assumido, está no exterior e não pretende voltar ao país. Agora, quer seguir a carreira acadêmica. "Preservar a vida ameaçada é também uma estratégia da luta por dias melhores. Fizemos muito pelo bem comum.

E faremos muito mais quando chegar o novo tempo. Obrigado", publicou ele com isso, artistas resolveram apoiar o agora ex-deputado nas redes sociais. Um deles foi o ator Luis Lobianco. Em sua conta no Instagram, falou de toda a sua admiração. "Jean, sim, nos representa lá fora com coragem, consciência e inteligência para muito além dos 6 minutos de fake news que iludiu os robôs. Ainda dá tempo de recobrar a consciência, gente! Ainda dá tempo de se proteger, Jean! Obrigado, amigo", escreveu.

O ator Jesuíta Barbosa repercutiu a publicação do parlamentar David Miranda, o suplente de Wyllys, em mensagem direta ao presidente eleito, Jair Bolsonaro. Na mensagem, Miranda, que se apresenta no Facebook como "negro, favelado e LGBT", diz que "sai um LGBT e entra outro" e que eles se encontrariam em Brasília. "Amanhã vai ser um outro dia", replicou Barbosa a atriz Maria Ribeiro agradeceu ao parlamentar pelos serviços prestados. "Obrigada, boa sorte". 

A cantora Maria Gadu publicou uma foto junto com o ex-deputado e lembrou dos anos de amizade. "Guerreiro. Amigo de tantas lutas, tantas dores, tantas vitorias. Me representa. A luta continua. É tudo tão inaceitável ser ameaçado de morte, sofrer retaliações, perder lugar de fala. Avante".Outra artista que também se manifestou a favor e Wyllys foi a atriz e apresentadora Monica Iozzi. "Querido, Jean. Obrigada por tudo, por tanto! Conte com a gente, sempre. E que você possa voltar logo. Que dia triste". 

Fontes:Folhapress

Nenhum comentário: