Exílio político de Jean Wyllys gera repercussão na imprensa mundial

O New York Times ressaltou a fala de Jean Wyllys na decisão pelo seu exílio: “eu preciso permanecer vivo“.
Além de virar um dos assuntos mais comentados nas redes sociais e ser noticiado pela imprensa brasileira. A saída do deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), também ganhou grande destaque em alguns dos principais veículos da imprensa mundial,o New York Times ressaltou a fala de Jean Wyllys na decisão pelo seu exílio: “eu preciso permanecer vivo“.O The Guardian noticiou "Único congressista abertamente gay do Brasil deixa país após ameaças de morte". 

E também citou a postura da família Bolsonaro sobre a saída de Wyllys. "Bolsonaro não fez nenhum comentário explícito sobre o anúncio de Wyllys, mas logo depois postou um emoticon com o polegar para cima em seu twitter. O filho de Bolsonaro, Carlos - também vereador do Rio - recebeu a notícia com um tweet dizendo: "Vá com Deus e seja feliz".O jornalista David Biller noticiou o fato na agência de notícias americana Bloomberg. "Nossa história sobre um legislador abertamente gay que diz que está deixando o Congresso e o Brasil"

Fontes:Notícias ao Minuto


Nenhum comentário: