sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Extrato de folha de bordo é aposta em tratamentos antienvelhecimento

Estudo aponta o ingrediente de origem vegetal como o novo queridinho da estética
Segundo especialista, descoberta dos benefícios do Extrato de Folha de Bordo (maple) no combate as rugas e linhas de expressão é de extrema importância em tempos de conscientização sobre os perigos do uso de produtos nocivos à saúde e ao ambiente,com o crescimento da preocupação geral com o meio ambiente e de movimentos como o veganismo, o mercado dermatológico vem investindo cada vez mais em produtos naturais e veganos.

Um estudo realizado pela University of Rhode Island, por exemplo, apontou o Extrato de Folha de Bordo (red maple leaf extract), um ingrediente de origem 100% vegetal, como a próxima grande aposta para o tratamento de rugas e combate ao envelhecimento.“O ativo conta com um componente capaz de inibir a ação da elastase, enzima responsável por quebrar a elastina, que, por sua vez, é a proteína encarregada de conferir elasticidade e sustentação a pele”, explica Márcio Accordi, biólogo geneticista, diretor da Biozenthi Laboratórios Cosméticos e pesquisador de matérias-primas vegetais, orgânicas e veganas.

Segundo o especialista, apesar de a pesquisa ainda estar na fase preliminar, sendo necessários mais testes para comprovar a eficácia do ingrediente, o estudo mostra-se promissor para o mundo da beleza baseada em ativos veganos e de origem vegetal. “Há pouco tempo eram poucos os ativos obtidos a partir de matérias-primas de origem vegetal, o que dificultava a formulação de cosméticos voltados para o público vegano.

Hoje, graças a estudos como este e as inovações cosméticas dos últimos anos, existe uma infinidade de ingredientes cosméticos veganos, naturais e orgânicos que são excelentes, cumprindo bem o papel para qual foi designado e com a mesma eficiência de um ingrediente de origem animal ou mineral”, destaca então, enquanto o Extrato de Folha de Bordo não chega as prateleiras das farmácias, o ideal é optar por diversos outros ativos veganos e que não agridem o meio ambiente presentes em cosméticos de empresas comprometidas com a sustentabilidade. 

“A vantagem de utilizar produtos com composições mais naturais, vegetais e livres de substâncias químicas pesadas é que eles trazem benefícios tanto para a saúde do indivíduo quanto para o meio ambiente, já que não contém ingredientes capazes de agredir a pele e o organismo do consumidor ou causar grandes impactos ambientais”, afirma o biólogo geneticista,no Brasil já existem empresas comprometidas com essa ideologia, como a Biozenthi, que é destaque no ramo de dermocosméticos veganos e naturais, com mais de 50 produtos voltados para o cuidado dos cabelos, face e corpo, além de maquiagens e produtos de tratamento.

“Como a marca tem como princípio a sustentabilidade, a preocupação com a fauna e flora e o equilíbrio entre a natureza, a saúde e o desenvolvimento de dermocosméticos, todos os produtos são livres de ingredientes de origem animal, parabenos, sulfato, glúten e conservantes carcinogênicos, que são substituídos por ingredientes naturais e menos agressivos”, finaliza Márcio Accordi.

Fontes:Notícias ao Minuto

Postar um comentário