quarta-feira, 26 de setembro de 2018

BCE: economia americana seria afetada por guerra comercial generalizada

"O cenário de uma guerra comercial mundial terá um efeito dramático", disse Roberto Azevêdo, diretor geral da OMC
O crescimento econômico dos Estados Unidos poderia cair mais de 2% no primeiro ano após o início de uma guerra comercial em todos os níveis por Washington, alertou o Banco Central Europeu (BCE),a análise se une às opiniões do presidente do BCE, Mario Draghi, e do diretor geral da Organização Mundial do Comércio.

Roberto Azevêdo, que alertaram sobre o avanço do protecionismo, mas não chegaram a quantificar seu impacto,a instituição responsável pela administração do euro simulou o efeito que tarifas recíprocas de 10% adotadas pelos Estados Unidos e seus sócios comerciais teriam sobre o conjunto das importações.

Um cenário muito mais sombrio que o sugerido até agora pelo presidente Donald Trump,os efeitos das medidas protecionistas desta natureza afetariam o comércio internacional e a confiança dos mercados financeiros, com o aumento do custo do endividamento dos Estados e uma queda dos mercados financeiros, de até 16% no caso de Wall Street.

Fontes:Exame

Postar um comentário