quarta-feira, 6 de junho de 2018

Polícia prende trio suspeito de elo com explosão de três agências bancárias e uma dos Correios em Ipameri

Além disso, grupo também roubou uma joalheria e incendiou uma caminhonete. Ataques apavoraram moradores do município.
A Polícia Civil prendeu três suspeitos de envolvimento nas explosões de três agências bancárias e uma dos Correios em Ipameri, região sudeste de Goiás. O crime foi cometido há pouco mais de um mês, quando o grupo também roubou uma joalheria e incendiou uma caminhonete, deixando a cidade apavorada,o trio foi apresentado à imprensa na terça-feira (5). Foram detidos Jardel Nascimento Alves Ferreira, de 33 anos, Edmilson Ribeiro do Vale, 56, e Lúcio Flávio Alves de Carvalho, 37. Com o trio, foram apreendidos 60 kg de explosivos que eram usados nas ações do grupo,

Lúcio e Jardel foram detidos em Ipameri no último dia 24 de maio. Já a detenção de Edmilson ocorreu em Santa Rosa, na mesma data. Eles estão na carceragem da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic) e devem ser transferidos para a Central de Triagem,a polícia ainda realiza diligências em busca de outros possíveis membros do grupo,os ataques ocorreram na madrugada de 8 de maio. Vídeos e áudios gravados pelos moradores da cidade registraram dezenas de tiros por cerca de 40 minutos,segundo a Polícia Militar, os criminosos estavam em vários carros, armados com fuzil. Apesar da violência dos assaltantes, não foi registrada nenhuma ocorrência com feridos.

Os criminosos explodiram as três agências bancárias da cidade, da Caixa Econômica Federal, do Banco do Brasil e do Itaú Unibanco, além de uma agência dos Correios, e roubaram joias e relógios de uma joalheria de Ipameri,na fuga, os assaltantes incendiaram uma caminhonete, bloqueando o tráfego na GO-330, rodovia que dá acesso a Goiânia. O fogo foi controlado por pessoas que passavam pela rodovia. Segundo moradores, o grupo ainda jogou pregos e objetos perfurantes ao longo da rodovia, para dificultar a perseguição dos policiais.

Fontes:G1

Nenhum comentário: