DJ Bárbara Labres dribla machismo: "Piadas não me intimidam"

Bárbara Labres faz sucesso como a DJ do programa Central da Copa e já vem sendo chamada de Musa desse Mundial. 
Dona de uma beleza estonteante e de uma personalidade forte a gaúcha, de 24 anos, escolheu enfrentar o machismo com uma bola no pé e comandando carrapetas país afora. Quando mais nova Bárbara queria ser jogadora de futebol,o sonho influenciou até na escolha do curso superior, Educação Física, revela. “Escolhi fazer Educação Física por ser o curso mais próximo do futebol. 

Enquanto estudava, trabalhei em academia por dois anos. Ser DJ aconteceu de repente. Ganhei um curso, que inicialmente eu nem queria fazer porque preferia jogar futebol. Mas comecei a estudar e, na primeira vez que toquei, foi amor à primeira vista” diz. “Minha carreira não começou agora. Já tinha um nome como DJ antes da ‘Central’”, completa.

Trabalhando em uma área ainda dominada por homens a DJ fala sobre o machismo. “Muitos homens acham que eu não sei jogar futebol, mas aí eu pego a bola e mostro que sei. Piadas não me intimidam. Sou muito decidida, focada nos meus objetivos. O preconceito que as mulheres sofrem no mundo do futebol é parecido com o que as DJs passam”.

Fontes:Jornal Daqui

Nenhum comentário: