quarta-feira, 20 de junho de 2018

Bombeiros controlam incêndio em loja de pneus na Vila Mauá

Chamas atingiram pelo menos três metros de altura e agentes tiveram que combater o fogo de ângulos distintos para evitar propagação. Não houve feridos e parte do estoque do comércio foi preservado
Cinco viaturas e pelo menos 15 bombeiros controlam incêndio em loja de pneus na Avenida das Bandeiras, Vila Mauá, na manhã desta quarta-feira (20).  Segundo comerciante vizinho à loja afetada, o fogo teve início às 6h40. Conforme expõe o coronel Fernando Caramaschi, após mais de uma hora de combate, as chamas estão controladas e não há risco de propagação,a preocupação, segundo ele, era de que o fogo alcançasse uma loja de solda com materiais inflamáveis.

Desta forma, as equipes agiram para conter os focos e estão agora na fase de rescaldo, quando trabalham dentro do estabelecimento, revirando pneus e outros itens para eliminar cada foco existente.“Fomos acionados por volta das 7h, agimos rapidamente e conseguimos confinar o fogo. Isolamos o depósito para que não houvesse risco de propagação e ainda conseguimos preservar parte do material da loja. Agora, atuamos para apagar quaisquer focos encontrados para evitar que haja reignição”, observa o coronel. Não houve feridos.

Proprietário da supracitada loja de soldas, Paulo Rogério Cruz, de 55 anos, revela que, para evitar que o fogo se espalhasse, as paredes que fazem lado e fundo com a loja foram resfriadas pelos bombeiros. “O incêndio teve início por volta das 6h40. Agora não há risco de propagação. Abriram a loja e atuaram onde o fogo estava mais intenso, nos fundos. O proprietário, eu o vi por aqui, está desesperado. Com certeza o prejuízo foi grande, por se tratar de um depósito de 300m². Suspeito que a causa pode ter sido um curto-circuito”.

O empresário Márcio Gomes, 33, foi surpreendido com as chamas quando chegou para trabalhar. “Cheguei um pouco mais tarde e quando eu vi, a loja do lado estava em chamas, com labaredas muito altas. Bombeiros entraram na casa do fundo  para fazer o combate. Não tem ninguém ferido, mas soube que há muita mercadoria. O dono da loja chegou quase junto comigo e também foi surpreendido”.

Fontes:Mais Goiás

Postar um comentário