quinta-feira, 28 de junho de 2018

Bandidos usam veículo “blindado” para atacar carro forte em Cristalina

Este foi o segundo ataque ocorrido este ano no mesmo trecho da BR-040, perto da cidade de Cristalina
Usando armas de grosso calibre, e um veículo equipado com chapas de aço, criminosos atacaram um carro forte da Prosegur no início da tarde desta quarta-feira (27), perto da cidade de Cristalina, em Goiás. O motorista do carro forte conseguiu fugir da primeira abordagem dos criminosos, mas o motor deu pane após ser atingido por um tiro de fuzil,o ataque, de acordo com a ocorrência registrada pela Polícia Rodoviária Federal, aconteceu por volta de uma e meia da tarde, no quilômetro 155 da BR-040, perto de Cristalina. 

Usando uma Fiorino com chapas de aço nas portas traseiras, e também em seu interior, os bandidos dispararam tiros de fuzil Ponto 50 contra o carro forte, que seguida de Paracatu, em Minas Gerais, para Brasília,mesmo com o veículo atingido várias vezes, o motorista do carro forte conseguiu fazer o retorno e fugiu em sentido contrário, mas alguns quilômetros à frente o motor, atingido por um dos disparos, deu pane, obrigando-o a parar. Sob um intenso tiroteio, desta vez travado com criminosos que estavam em um Fiat Ideia Adventure, os seguranças desceram do carro forte, e conseguiram se esconder em uma mata.

Após explodirem o cofre forte do veículo, os assaltantes fugiram sentido à cidade de Paracatu, levando todo o dinheiro, cujo valor não foi divulgado. Há informações, ainda não confirmadas, que o dinheiro roubado teria sido danificado por um dispositivo de segurança que pintou as notas durante a explosão. Um pouco à frente de onde aconteceu a primeira abordagem ao carro forte, os policiais encontraram, abandonada, a Fiorino usada pelos assaltantes.

O ataque desta quarta-feira foi o segundo registrado este ano neste mesmo trecho da BR-040. No último dia cinco de março, criminosos, também fortemente armados, abordaram e explodiram um carro forte da Confederal que seguia de Paracatu, com destino à Cristalina. Assim como naquela ocorrência, nenhum segurança ficou ferido no ataque desta quarta-feira.

Fontes:Mais Goiás

Postar um comentário