domingo, 20 de maio de 2018

Clérigo xiita anti-Irã vence eleições no Iraque

Muqtada al Sadr, contudo, precisará de alianças para governar
A coalizão liderada pelo clérigo xiita Muqtada al Sadr venceu as eleições legislativas no Iraque, realizadas em 12 de maio e cujos resultados definitivos foram divulgados neste fim de semana,a Aliança de Revolucionários para a Reforma (Saairun) conquistou 54 dos 329 assentos do Parlamento, mais do que qualquer outro grupo ou partido. No entanto, o número é insuficiente para garantir maioria no Conselho dos Representantes.   

Em seguida aparecem a Aliança Fatah, de Hadi al Amiri e próxima ao Irã, com 47 cadeiras, e a Aliança da Vitória, do atual primeiro-ministro Haider al Abadi, com 42. "Seu voto é uma honra para nós", declarou Al Sadr, que não concorreu nas eleições e, portanto, não pode ser primeiro-ministro. "Não vamos desapontá-los", disse.   

Após a intervenção dos Estados Unidos no Iraque, em 2003, o clérigo emergiu como líder da empobrecida maioria xiita do país e comandou levantes contra as forças norte-americanas. Nos últimos anos, ganhou popularidade com um discurso nacionalista, anticorrupção e contra a influência dos EUA e do Irã, também xiita, no Iraque.   

Nas eleições, Al Sadr preferiu deixar de lado o sectarismo xiita-sunita e focou em temas sociais, se aliando a comunistas e secularistas. Ele também se beneficiou da baixa participação popular, que foi de 44% do eleitorado, embora esse tenha sido o primeiro pleito no país depois da derrota do Estado Islâmico.   

Ainda não se sabe, no entanto, quem governará o Iraque, já que grupos adversários de Al Sadr poderiam se unir para tentar construir uma maioria. O clérigo já abriu negociações com o também xiita Movimento Nacional de Sabedoria, de Ammar al Hakim, e pretende envolver o grupo ligado ao premier Abadi, além de formações sunitas e curdas. 

Fontes:Ansa

Postar um comentário