terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Taís Araújo reprova mulher ser chamada de 'gostosa'

'Galanteio é galanteio, assédio é assédio', afirmou atriz à revista 'JP'
Taís Araújo admitiu que possui opiniões mais fortes após a maternidade e, para a revista Joyce Pascowitch de fevereiro, opinou sobre assédio, tema bastante discutido por causa dos recentes escândalos em Hollywood: “Galanteio é galanteio, assédio é assédio. Acho que não tem nem que polemizar. Eu nunca sofri assédio, comigo acontece abuso o tempo inteiro. Este ano, por exemplo, deixei o Lázaro numa rua no Leblon, estacionei o carro e fui andando para encontrá-lo. 

Passei em frente a um restaurante e um cara colocou a mão na minha frente e disse: ‘Taís, senta aqui!’, falando alto e mandando em mim. Se ele fez comigo, imagina o que não faz com quem não é conhecido? Não acho que o cara tem que chamar a mulher de gostosa na rua. Acho isso superagressivo”.

Em novembro, a atriz completará 40 anos e garantiu que não tem problema com a chegada da idade. “Este ano faço 40 anos. Vou escrever um livro. Não tenho medo da velhice, e nunca quis fazer nada no rosto. Sei que tenho cara de bem mais nova, mas quero personagens mais maduros para colocar minha vivência neles.”, disse.

Fontes:Jornal Daqui


Nenhum comentário: