Vistoria em presídio palco de rebelião apreende armas, munições e até granada em Aparecida de Goiânia

Ação comandada pela Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP) foi realizada na madrugada desta terça-feira (16)
Quatro pistolas, um revólver, três artefatos explosivos improvisados, uma granada e 600 munições foram encontradas na Penitenciária Odenir Guimarães (POG), em Aparecida de Goiânia, durante uma revista realizada na madrugada desta terça-feira (16). As informações são da Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP), que comandou a operação.

De acordo com a Diretoria Geral, a revista faz parte do cronograma de atividades realizadas nas unidades prisionais goianas, a fim de inibir a entrada de produtos ilícitos dos presídios, assim como retirá-los dos mesmos. A ação teve a participação do Grupo de Operações Penitenciárias (Gope), do Comando de Missões Especiais (CME) da Polícia Militar de Goiás (PM-GO) e do serviço de Inteligência da DGAP.

Na última sexta-feira (12), uma vistoria na Colônia Agroindustrial do Regime Semiaberto, também no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, apreendeu celulares, armas e drogas. A ação foi realizada pela DGAP por determinação da ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), e teve a participação de representantes do Poder Judiciário, do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO), da Defensoria Pública e da Ordem dos Advogados do Brasil – seccional Goiás (OAB-GO).

Fontes:Redação

Nenhum comentário: