Ministra Cármen Lúcia chega a Goiânia para inspecionar presídios

Objetivo da visita é verificar a situação do Complexo Prisional em Aparecida de Goiânia, palco de rebelião e motins
A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministra Cármen Lúcia, está em Goiânia na manhã desta segunda-feira (8). A magistrada irá fazer uma inspeção no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, que na semana passada registrou três rebeliões em cinco dias.

O Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia abriga as seguintes unidades: Penitenciária Coronel Odenir Guimarães (POG), Colônia Industrial e Agrícola do Estado de Goiás (regime semiaberto), Casa de Prisão Provisória (CPP), Presídio Feminino Consuelo Nasser, Núcleo de Custódia e Centro de Triagem.

A magistrada antes da visita participa de uma reunião no salão nobre do Tribunal de Justiça, no Setor Oeste. O governador Marconi Perillo, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Gilberto Marque Filho, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Goiás (OAB-GO), Lúcio Flávio de Paiva, o secretário de Estado da Segurança Pública, Ricardo Balestreri, e o diretor da Diretoria Geral de Administração Penitenciária, Coronel Edson Costa Araújo.

Fontes:Redação

Nenhum comentário: