quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Rendimento de bônus chinês salta após PBoC subir juros de empréstimo

Nos negócios de hoje, o retorno do bônus chinês de 10 anos chegou a subir a 3,336%
O rendimento dos bônus chineses se aproximou dos maiores níveis desde setembro de 2015 nesta quarta-feira, após o Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês) decidir elevar os juros de empréstimos especiais concedidos a instituições financeiras.

Nos negócios de hoje, o retorno do bônus chinês de 10 anos chegou a subir a 3,336%, de 3,296% no fim da sessão anterior, ficando próximo do pico recente de 3,387% registrado em meados de dezembro.

No fim da noite de ontem, a China aumentou os juros da chamada linha de crédito de médio prazo, uma importante ferramenta utilizada pelo PBoC para gerenciar a liquidez. Alguns analistas interpretaram o gesto como uma efetiva elevação das taxas de juros, que seria a primeira desde 2011.

"Sem dúvida isso é um sinal de aperto (monetário), comentou Pin Ru Tan, diretor de estratégia de juros para Ásia e Pacífico do HSBC Holdings em Cingapura. "Uma das grandes prioridades da China neste ano é reduzir a alavancagem financeira, prevenir bolhas de ativos e evitar um risco sistêmico."

Na semana passada, o PBoC injetou o valor recorde 1,13 trilhão de yuans (cerca de US$ 165 bilhões) no sistema financeiro, antes do feriado do ano novo lunar, que começa no sábado (28) e vai se estender por uma semana. O aumento sazonal nos saques de dinheiro tende a reduzir a liquidez nesta época do ano, principalmente porque os mercados chineses não vão operar entre 27 de janeiro e 2 de fevereiro. 

Fontes:Dow Jones Newswires


Postar um comentário