domingo, 29 de janeiro de 2017

Decreto anti-imigrantes de Trump afeta portadores de green cards

Segundo ONG, até 500 mil cidadãos do Iraque, Irã, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iêmen, que receberam o cartão nos últimos dez anos, podem ser afetados
O Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos informou neste sábado sábado (28) que os detentores de green card - cartão de residência permanente no país - também são afetados pela ordem executiva assinada pelo presidente Donald Trump no dia anterior.

A ONG ProPublica divulgou que até 500 mil cidadãos do Iraque, Irã, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iêmen, que receberam o cartão nos últimos dez anos, podem ser diretamente afetados pela medida.

Até então, ao menos dois refugiados iraquianos com vistos válidos foram detidos na chegada ao Aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova York, na noite de sexta-feira, e um iemenita e cinco iraquianos foram impedidos de embarcar de Cairo para Nova York neste sábado.

Apesar do porta-voz do Departamento de Segurança Doméstica, Gillian Christensen, ter contado à agência de notícias "Reuters" que o decreto "irá barrar os detentores de green cards", funcionários informaram que cada caso será analisado individualmente pelos consulados locais.

O cartão de residência permite aos imigrantes viver nos Estados Unidos e ter os mesmos direitos de cidadãos americanos.

Fontes:O Globo

Postar um comentário