segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

BCE desvalorizou euro em 6,5% ante dólar desde 2014, diz Bundesbank

A fraqueza do euro é vantajosa para os grandes exportadores da zona o euro
O programa de relaxamento quantitativo (QE, na sigla em inglês) do Banco Central Europeu (BCE), que envolve compras mensais de bilhões de euros em ativos, levou o euro a acumular desvalorização de 6,5% ante o dólar desde 2014, segundo relatório mensal publicado hoje pelo Banco Central da Alemanha, conhecido como Bundesbank.

No documento, o Bundesbank aponta que três das seis maiores quedas diárias na história da moeda única europeia estão relacionadas ao QE do BCE.

O segundo maior tombo diário do euro veio um dia depois de o BCE anunciar o início do QE, em janeiro de 2015, afirma o BC alemão.

A fraqueza do euro é vantajosa para os grandes exportadores da zona o euro, uma vez que torna seus produtos mais competitivos nos mercados globais. No entanto, as 20 maiores economia do mundo prometeram não desvalorizar suas moedas como forma de impulsionar suas economias.

O presidente do BCE, Mario Draghi, já disse em várias ocasiões que a instituição não tem meta específica de taxa de câmbio.

Para efeito de comparação, o dólar perdeu 2,3% de seu valor ante uma cesta de moedas nas 24 horas que se seguiram ao anúncio do programa de QE do Federal Reserve (o BC dos EUA), em março de 2009. Já a libra esterlina teve desvalorização semelhante após o Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) revelar, no mesmo mês, que iniciaria um plano similar de relaxamento quantitativo. 

Fontes:Dow Jones Newswires

Postar um comentário